Ressaca: Dicas para Prevenir e Diminuir Seus Efeitos

efeitos da ressaca

Dia de festa é tudo de bom. Comida e bebida à vontade. Deliciosos petiscos aliados a todos os tipos de bebidas, desde refrigerantes, passando pelas cervejas e terminando com as batidas, whiskys e destilados do gênero. Tudo corre às mil maravilhas.

Como é prazeroso para muitos o ato de beber. Ele confraterniza, solta os inibidos e é a atitude mais adotada por grande parte da população.

Os resultados no dia seguinte, porém, são os mais desagradáveis que se pode imaginar. Isso contando aqueles que conseguem acordar.

Efeitos da ressaca

efeitos da ressaca1Sensações muito desagradáveis, incluindo fortes dores de cabeça, vômitos, tonturas, desânimos, perda de apetite, sede intensa e depressão alcoólica fazem parte do cardápio daqueles que costumam exagerar nas doses permitidas pelo organismo.

Esses excessos, adotados de maneira regular, tendem a falir, com o passar dos anos, todo o organismo, em especial o fígado, que é o primeiro órgão a reclamar do problema.

Dicas para prevenir a ressaca.

Sempre que for convidado para uma festa, adote as seguintes medidas antes, durante e após se embebedar.
Antes mesmo de tomar todas, prepare seu organismo, fazendo uma generosa refeição rica em proteínas e saladas com folhas verdes: um bom peixe grelhado, acompanhado de uma bela salada de agrião, reforça seu fígado contra as maciças doses de álcool.

Durante a bebedeira, tome, entre cada dose, um copo de água, para ajudar a diluir a bebida. Tenha sempre um punhado de amendoim no bolso para degustar, pois retarda o efeito do álcool no organismo.

No dia seguinte, ao acordar tome um bom café da manhã, incluindo suco de folhas de couve com um pouco de água de coco. Esse elixir é milagroso e alivia muito o estado de desidratação do organismo.

Assim, você preserva seu organismo dos fortes efeitos do álcool e convive melhor com a sua ressaca.