Perigo das Vitaminas em Excesso

perigo-do-excesso-de-vitamina1Vamos falar um pouco sobre o consumo  e o  perigo das vitaminas em excesso no nosso organismo.
A boa alimentação  é essencial para o perfeito funcionamento do nosso organismo. Doses diárias, nas proporções corretas de vitaminas, proteínas e sais minerais mantém a saúde em bom estado e previne as doenças futuras.
Quaisquer carências alimentares podem trazer consequências. Assim, como a carência prejudica o bom funcionamento, o excesso também atua da mesma forma.
No caso das vitaminas, recomenda-se não exagerar nas doses diárias para não sofrer consequências depois.

O excesso de algumas vitaminas acarreta:

- Vitamina A: Seu excesso pode acarretar toxidade para o nosso organismo. Caso o excesso seja absorvido em dose única, ou em longos períodos de uso descontrolado, ocorre a chamada intoxicação aguda ou crônica. Alimentos ricos em vitamina A e consumidos de uma vez em grande quantidade podem acarretar vômitos, dores de cabeça intensa, nervosismo e forte sonolência. Complexos vitamínicos, regidos a vitamina A, não são recomendados para pessoas que não tenham quadros de avitaminoses, mesmo sob orientação médica.

- Vitamina C: Algumas vertentes da medicina recomendam o consumo de altas doses de vitamina C, para prevenir certas doenças, tais como as doenças alérgicas, os diversos tipos de câncer, a arteriosclerose e demais doenças cardiopatas. Não existe, porém, base cientifica que reforce tais situações. Doses excessivas trazem como consequência diarreias crônicas, problemas renais, alterações hormonais, que afetam o ciclo menstrual nas mulheres e escorbuto.

- Vitamina D: essa vitamina em excesso também acarreta intoxicações diversas, podendo provocar aumento significativo de cálcio no sangue. Os principais sintomas do excesso são: perda de apetite, crises de náuseas, desejo constante de urinar, stress e hipertensão. O cálcio em excesso no organismo poderá formar depósitos nos rins, vindo a formar lesões irreversíveis.

- Vitamina E: seu excesso é pronunciado em paciente com problemas de coagulação sanguínea. Nos demais indivíduos, apresentam poucas alterações significativas.

- Vitamina B6: Podem lesionar o sistema nervoso central e afetar a integridade da medula espinhal. Nesses casos, há reversão, porém, lenta e gradual.

perigo-das-vitaminas-em-excesso2

Essas informações nos mantém alertas quanto ao uso indevido dos complementos vitamínicos disponíveis. Não os utilize sem critérios. Consulte seu médico de confiança que solicitará alguns exames para comprovar a real necessidade de suprir seu organismo com essas vitaminas.