Conheça São Paulo Fazendo um Passeio de Metrô

Turismo de metrôSão Paulo é uma das maiores cidades do mundo e a maior cidade do Brasil. Cheia de história e disparidades, a terra da garoa não é somente um local para se fazer negócios ou estudar. São Paulo também é um lugar para se fazer turismo.
No entanto, devido ao tamanho da cidade, é praticamente impossível conhecer todos os lugares em apenas um dia ou dois.Sendo assim, se você deseja aproveitar o que São Paulo pode oferecer de melhor a um turista, faça um passeio pelo centro da cidade.

Mas não estamos falando de um passeio tradicional, estamos falando de um passeio de metrô.
É no centro que você verá uma multidão se movendo para seus locais de trabalho, escolas, vendedores de rua, moradores de rua, comércios de todos os tipos e ainda prédios com fachadas antigas, restaurantes tradicionais e alguns marcos da cidade.
Sendo assim, para aproveitar tudo isso de metrô, o turista deverá pegar o transporte na estação que leva o nome do Mosteiro de São Bento, na linha azul. No templo, recomenda-se uma parada de reserve 20 minutos para observar a arquitetura, as pinturas e os vitrais.

Passeio de metrô em São Paulo voce conhece muito e gasta pouco.

Vale ainda uma passada na loja que fica ladTurismo metrô  Mosterio de São Bentoo direito na direção de quem sai do mosteiro. No local são vendidos bolos, pães e geleias preparados pelos monges.
A partir desse ponto, a pessoa deverá seguir pela rua Líbero Badaró até a altura do número 340. É ali que fica a Casa Godinho, uma mercearia antiga, datada de 1888. No estabelecimento são vendidos queijos, vinhos e doces. Em seguida, é preciso seguir até a José Bonifácio até o largo de São Francisco. O prédio da Faculdade de Direito é de 1930.
A próxima parada é a estação Anhangabaú. Você poderá para por aí ou seguir em frente rumo  à rua São Bento, em direção ao mosteiro. Siga até o largo do Café e a vizinha praça Antônio Prado. Neste local, o turista poderá observar os edifícios antigos e o som dos negócios em volta BM&F Bovespa. Para finalizar, vá até o edifício Martinelli, com 30 andares. Ele foi inaugurado como o mais alto de São Paulo, em 1929. O prédio conta com visitas monitoradas.