Como Combater o Colesterol nas Crianças

Colesterol_na_infância

O colesterol é um mal que acomete grande parte da população. Estudos recentes mostram que as crianças vêm sofrendo desse mal com mais frequência que o habitual.

Segundo os resultados das pesquisas, uma em cada três crianças, na faixa dos quatro a nove anos, encontra-se acima do peso, a conhecida obesidade infantil. Crianças obesas tendem a possuir altas taxas de colesterol ruim e triglicérides, fatores determinantes dos enfartos na fase adulta.

O sedentarismo e as condições alimentares são os principais responsáveis pelo problema, associados à predisposição genética e outros problemas de ordem hormonal.

Com relação ao sedentarismo, é essencial a pratica de esportes e exercícios físicos desde cedo. Tempo excessivo na frente dos computadores e vídeo games tem levado nossas crianças ao sobrepeso. Exercícios físicos são costumes que devem ser cultivados desde a infância. Uma criança sedentária provavelmente se tornará num adulto sedentário, com raríssimas exceções.

A alimentação também deve ter adotada, levando em consideração a saúde das crianças. Acostume seus filhos a comerem frutas, verduras e legumes em grandes quantidades, ao invés dos lanches, pizzas e outros alimentos industrializados. Caso eles cresçam alimentando-se com um cardápio calórico, será extremamente difícil mudar isso já na fase adulta.

A alimentação adequada é fundamental nos primeiros anos de vida para a formação dos órgãos e tecidos. As gorduras adquiridas em grande quantidade nessa fase são tão prejudiciais como durante a fase adulta.

Caso na família haja histórico de doenças cardiovasculares, recomenda-se, desde cedo, acompanhar os níveis de colesterol e triglicérides nas crianças. Um controle efetivo é necessário, perpetuando-se durante toda a vida.
Não crie seu filho para ser um adulto doente. Adote costumes sadios e torne-o um adulto saudável e feliz.